Empresário faz doação de linhas para famílias da aldeia Tabaçu – Objetivo é de colaborar com o artesanato feito pela comunidade

O empresário Fernando Massa, diretor industrial da empresa Linhas Resistente, de Arujá, fez uma doação de linhas de costura de diversos tipos e tamanhos às famílias da comunidade indígena na aldeia Tabaçu Reko Ypy, localizada na Terra Indígena Piaçaguera, na divisa entre Itanhaém e Peruíbe, no sábado, dia 27. Também foram doadas roupas e brinquedos pela professora de Educação Física Renata Bampa, arrecadados junto aos alunos do Sesc de Santos.

A Sociedade de Apoio à Causa Indígena (Saci) realizou a intermediação entre o empresário e a comunidade indígena e também acompanhou a entrega dos materiais doados.

O objetivo da doação, segundo o empresário, foi beneficiar as famílias indígenas para a confecção do artesanato, como o filtro dos sonhos, brincos e colares, cujos produtos são comercializados e os valores revertidos à comunidade indígena. Conforme Fernando Massa foram doadas cerca de 100 quilos de linhas de diversos tipos, tamanhos e cores.

Para o líder morubixaba Cleiton Eugênio Silvano que recebeu a doação, juntamente com a professora Itamirim, “as linhas serão bastante úteis e devem reforçar os trabalhos de artesanato feito pelas famílias indígenas”.

A professora Itamirim também agradeceu ao empresário. “O primeiro trabalho feito com o material será o filtro dos sonhos e iremos doar como um presente especial ao empresário Fernando Massa”, salientou a professora.

Aldeia Tabaçu

A aldeia Tabaçu Reko Ypy, fundada em 2012, conta com 13 famílias, sendo 47 adultos e 22 crianças. Localizada na Terra Indígena Piaçaguera, a comunidade vive do turismo, com as visitas monitoradas de turistas, e com a venda do artesanato feito pelos índios, na própria aldeia e também nas feiras.

A comunidade indígena conta com uma sala de aula vinculada à escola da Aldeia Piaçaguera. No total são 15 alunos matriculados e divididos entre a Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II. Eles contam com três professores bilíngues – que ensinam a língua portuguesa e o Tupi-Guarani.

Nayara Martins
Secretária de Comunicação da Saci

Updated: 29/01/2018 — 12:00 pm

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

SACI - Sociedade de Apoio à Causa Indígena © 2018 - Desenvolvido por: Francesco Antonio Picciolo - Hard Design Web Frontier Theme