Quem Somos

A SACI é uma instituição não governamental, isenta de vínculos políticos ou religiosos e voltada exclusivamente aos assuntos relacionados à causa indígena.

          Inspirada na lenda original do Saci – personagem mítico dos indígenas do sul do Brasil que uma vez adaptado pela cultura quilombola deu origem à lenda do Saci-Pererê do nosso folclore, a entidade tem por objetivo desenvolver projetos de qualquer magnitude que visem buscar soluções que atendam as reivindicações e necessidades das aldeias da região do Litoral Sul Paulista e do Vale do Ribeira, favorecendo o resgate e a manutenção das suas raízes culturais e tradições religiosas genuínas. Sua missão é contribuir para a melhoria da qualidade de vida do povo tupi-guarani através da preservação e fomento de sua própria identidade, notadamente entre os jovens indígenas, hoje demasiadamente influenciados pelo modo de vida do homem urbano, fundamentada pelos princípios de voluntarismo, ética e isenção.

          Fundada por amigos que atuam em diferentes áreas, mas que tem em comum uma longa história de convivência e afinidade com as aldeias locais, a SACI trabalha para buscar recursos perante institutos e fundações não governamentais nacionais e internacionais, bem como doações junto a pessoas físicas sensíveis à causa indígena, que proporcionem a busca e a aquisição de insumos agrícolas, ferramentas, equipamentos, matérias-primas para artesanato e instrumentos musicais e materiais diversos utilizados nas suas construções tradicionais, tais como bambu, palha, sapê, piaçava, guaricana, madeira e argila, dentre outros, bem como permitam a contratação de transporte para eventos indígenas e a aquisição de alimentos, e ainda custeiem a realização de oficinas de artesanato e de produção agrícola, visando a construção de resultados que contribuam para a autossuficiência das aldeias.

          A SACI é um grupo voluntariado e participa de concorrências para obter dinheiro público, tendo cláusula estatutária pétrea que impede a aquisição de bens próprios, posto que todos os recursos arrecadados são destinados exclusivamente aos indígenas e entregues diretamente a eles através da aquisição dos materiais fornecidos e da transmissão de bens doados. Sua sede será sempre itinerante, alocada nas residências dos diretores que a compõem, sendo mantida voluntariamente pelos mesmos, através de seus próprios recursos, com simplicidade estrutural, mas com eficiência e objetividade.

          A SACI não pretende interferir ou suprir a atuação em qualquer grau dos órgãos governamentais competentes, mas antes agregar valores e promover realizações independentes, interagindo diretamente com as lideranças indígenas, que tem plena autonomia para as deliberações e administrações de seus interesses.

          Qualquer interessado pode colaborar e participar voluntariamente das atividades da SACI, bem como doar ou buscar recursos – e toda ação é valiosa e qualquer valor é bem-vindo, pois para as pequenas necessidades cotidianas das aldeias a SACI realiza pequenos projetos.

          São os patronos da SACI o ambientalista e indigenista Ernesto Zwarg Júnior e a cacique tupi-guarani Catarina Delfina dos Santos, cujas apresentações encontram-se inseridas no Estatuto Social e no site institucional da entidade.

          Venha participar conosco do modo de vida indígena, aprendendo com eles a conviver em harmonia e equilíbrio com a natureza – essência perdida pelo homem urbano. A sobrevivência indígena é essencial para a proteção de nossas florestas, dos recursos hídricos e um manancial da própria possibilidade de vida das futuras gerações. A preservação da cultura indígena é oxigênio amanhã.

Índia - Antônia Lucia Munhoz

Arte: Antônia Lucia Munhoz

SACI - Sociedade de Apoio à Causa Indígena © 2018 - Desenvolvido por: Francesco Antonio Picciolo - Hard Design Web Frontier Theme